13 anos!
Home seta Imprensa seta Últimas seta IGP implanta agendamento eletrônico de carteiras de identidade no Interior do Estado
InstitucionalServiços OnlineLegislaçãoFotosMapasImprensaFale Conosco
DML
DI
DC
Laboratório
DPI
AgendamentoCI
Compras
Documentos
Contratação Emergencial 2013
Promoções IGP
Concurso 2008
Seminário 15 Anos
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Banco Nacional do Desenvolvimento
Site do Sistema de Informação ao Cidadão

Revistas do IGP

 Revista do IGP nº3

 

 

Missão e Visão de Futuro
 .
Seminário Mulheres e a Segurança Pública
.
Consulta SPI
.
 Portal do Servidor - RHE
.
Expresso
.
Banrisul
.
Consultas Integradas
.

Cursos de Ensino à Distância

190

Disque Denúncia

IGP implanta agendamento eletrônico de carteiras de identidade no Interior do Estado

ImageA partir do próximo dia 12 de agosto o Programa de Agendamento Eletrônico de CIs/IGP será ampliado para a Região Metropolitana e Interior do Estado. A solenidade de lançamento do novo serviço será às 16h30min, na sede do Departamento de Identificação, Avenida Azenha, 255. O evento servirá para marcar a data dos 102 anos dos serviços de identificação no Rio Grande do Sul.

A implantação da nova modalidade de agendamento se dará primeiramente nos Postos de identificação Regionais com maiores demandas no atendimento de CIs e posteriormente, ao longo desse semestre aos demais PIs.
A partir de 12 de agosto passam a contar com o agendamento eletrônico de carteiras de identidade os seguintes municípios:

Bagé, Bento Gonçalves, Cachoeira do Sul, Camaquã, Canoas, Carazinho, Caxias do Sul, Cruz Alta, Erechim, Frederico Westphalen, Ijuí, Lajeado,
Montenegro, Novo Hamburgo, Osório, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande,
Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santana do Livramento, Santiago, Santo Ângelo, São Borja, São Sepé, Sapiranga, Taquara, Torres e Tramandaí.

O agendamento eletrônico de CIs (1ª e 2ª vias) foi implantado como projeto piloto em Porto Alegre no dia 15 de dezembro de 2008, nos PIs Azenha, Tudo Fácil Centro e Tudo Fácil Zona Norte, atingindo o total de mais de 15.000 atendimentos agendados até a presente data.
O serviço oferecido pelo IGP/DI é uma iniciativa inédita entre os serviços eletrônicos oferecidos pelo Estado do Rio Grande do Sul, e, no País, figura entre os pioneiros.
O agendamento via internet obedece à seguinte sistemática: o usuário deve acessar a página do site do IGP (www.igp.rs.gov.br), à esquerda da página encontrará a opção agendamento C.I. Clica em cima e será aberta a página do Tudo Fácil Eletrônico, Agendamento de Serviços, na qual, à direita, se encontra a opção agendamento da carteira de identidade-agende aqui.  Será solicitado o preenchimento de dados do usuário e oferecidas as possibilidades de escolher o dia e horário do seu agendamento. Após o registro das informações, clique ao pé da página, em agendar.
No site do Tudo Fácil Eletrônico (www.tudofacil.rs.gov.br), clica-se no link cidadão, posteriormente, no link documentos e clique em carteira de identidade-informações, à direita da página, surgirá o link indicativo, agende agora.  Ao clicar no agende agora, novamente à direita da página, surge o link agendamento de carteira de identidade - clique em agende aqui, surgirá outra página, que, tal como no site do IGP, solicitará os dados do usuário e oferecerá opções de agendamento. O restante do processo ocorre da mesma forma descrita acima.
Após o agendamento, o usuário deve comparecer ao Posto de Identificação de seu município para efetivar a confecção da carteira de identidade no modelo digital.
No primeiro semestre de 2009 o DI confeccionou 344.899 carteiras de identidade, com uma média mensal de 57.483 e diária de 2.612 carteiras. No formato digital a nova carteira está sendo emitida no Rio Grande do Sul desde dezembro de 2006 e tem como referenciais o fato da fotografia ser capturada no momento da solicitação do documento, sem custos ao cidadão, e as impressões digitais são colhidas com scanner e sem uso de tinta. Antes da emissão da carteira é feita a checagem eletrônica das impressões digitais do solicitante, junto ao banco de dados do DI, verificando se a pessoa já está cadastrada e oferecendo mais segurança no processo.
O IGP/DI também oferece através do site www.igp.rs.gov.br, link serviços on line, o Atestado de Antecedentes, que deve seguir os seguintes passos para sua emissão: informar o RG, isto é, o número da carteira de identidade e preencher os dados do documento de origem-certidão de nascimento ou casamento, tais como se encontram na C.I. . O atestado virá com um número que é a assinatura eletrônica. Depois se volta ao serviços on-line e solicita a autenticação do atestado.
O serviço comporta apenas três restrições: pessoas com dados cadastrais incompletos precisarão, primeiro, regularizar a sua situação cadastral junto a um Posto de Identificação do IGP; a consulta é válida somente para pessoas com RG no Rio Grande do Sul; a pessoa que não possuir RG do Rio Grande do Sul deve se dirigir a um posto de identificação para solicitar o seu cadastramento.
Há ainda um desenho de carteira de identidade, logo abaixo das instruções, que serve de modelo de preenchimento, basta baixar a barra de rolagem, à direita da página.
São dois passos diferentes: primeiro se faz a solicitação do atestado, depois volta ao serviços on-line posteriormente pede a autenticação.

A História da Identificação no RS

Em 12 de agosto de 1907 o presidente do Estado do RS, Antônio Augusto Borges de Medeiros, aprovou e regulamentou, através do Decreto nº 1.166, o Gabinete de Identificação, Antropometria (ciência que trata das medidas físicas do corpo humano) e Estatística. O gabinete constituía uma repartição autônoma e ficava sob a responsabilidade direta e imediata do chefe de Polícia, funcionando na Secretaria-geral do Chefe de Polícia. O Gabinete de Identificação tinha caráter exclusivamente policial e judiciário e destinava-se a fornecer, mediante requerimento, provas de identidade às pessoas honestas e de bons antecedentes, este documento tinha o valor da folha corrida.
 Há um século a identificação já beneficiava todas as pessoas qualquer que fosse a idade, sexo, ou condição social. O Gabinete de Identificação também iniciou o processo de organização da identificação criminal. Em 13 de agosto de 2007 o Instituto-Geral de Perícias comemorou os 100 Anos da Identificação no RS, descerrando placa alusiva no Departamento de Identificação (DI), que está localizado na Avenida Azenha, 255, em Porto Alegre.  A partir da Constituição Estadual, promulgada em 1989, os serviços de identificação ficaram sob a responsabilidade da Coordenadoria-Geral de Perícias, o setor passou a ser denominado Instituto de Identificação (II). Em 17 de julho de 1997, através da Emenda Constitucional 19, a Coordenadoria assumiu a nomenclatura de Instituto-Geral de Perícias, e o DI passou a se chamar Departamento de Identificação. Atualmente, o Departamento de Identificação é dirigido pelo papiloscopista Guilherme Lopes.
Ao Departamento de Identificação compete processar a identificação civil e criminal dos gaúchos, inclusive post mortem, elaborar e expedir as carteiras de identidade e realizar perícia papiloscópica em veículos. Além das atribuições específicas o Departamento de Identificação também promove e participa de ações sociais em que oferece gratuitamente às comunidades carentes a oportunidade de terem o documento de cidadania, a carteira de identidade e também o atestado de antecedentes. São exemplos dessas ações: as participações na Rua da Cidadania, Ação Global, atendimentos agendados pelos municípios, em vilas, escolas, no Programa Nacional de Documentação à Trabalhadora Rural e outros.

 
< Anterior   Seguinte >

© 2014

Direção Geral: Rua Voluntários da Pátria, 1358 - 3º andar - CEP 90230-010 - Porto Alegre/RS
Dep. Criminalística Tel.: (51)3288-5167 - Dep. Identificação Tel.: (51)3223-6122/2798
Dep Médico-Legal Tel.: (51)3288-2656/2650 - Laboratório de Perícias Tel.: (51)3288-2664