13 anos!
Home
InstitucionalServiços OnlineLegislaçãoFotosMapasImprensaFale Conosco
DML
DI
DC
Laboratório
DPI
AgendamentoCI
Compras
Documentos
Contratação Emergencial 2013
Promoções IGP
Concurso 2008
Seminário 15 Anos
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Banco Nacional do Desenvolvimento
Site do Sistema de Informação ao Cidadão

Revistas do IGP

 Revista do IGP nº3

 

 

Missão e Visão de Futuro
 .
Seminário Mulheres e a Segurança Pública
.
Consulta SPI
.
 Portal do Servidor - RHE
.
Expresso
.
Banrisul
.
Consultas Integradas
.

Cursos de Ensino à Distância

190

Disque Denúncia

IGP inaugura Sala Lilás em Bagé
Amanhã, 7, o Instituto-Geral de Perícias inaugura mais uma Sala Lilás, desta vez em Bagé. A solenidade será às 11h30min, no Posto Médico-Legal, Av.Image Sete de Setembro, 1270-centro. A 1ª Sala Lilás inaugurada no Estado foi no Departamento Médico-Legal no dia 25 de setembro de 2012, em Porto Alegre.
Em 2013 mais duas Salas Lilás foram instaladas no Rio Grande do Sul, em Santana do Livramento, 31 de outubro de 2013 e Caxias do Sul-21 de novembro do mesmo ano. Ainda em 2014, além dos dois municípios já citados mais 12 serão contemplados com a instalação do serviço.
Na Sala Lilás, as mulheres têm total privacidade, enquanto aguardam o atendimento para a perícia física são recebidas pelo serviço psicossocial e podem fazer o retrato falado digital.
A perícia física compreende o exame de lesões e a coleta de material biológico para exames periciais. O serviço psicossocial foi criado para ajudar as vítimas de violência doméstica e familiar e de abuso sexual. Assistentes sociais reúnem informações sobre as condições sociais dos usuários e, a partir delas, fazem um melhor encaminhamento à rede social de proteção. O retrato falado digital, por sua vez, é feito no Photoshop. A vítima é atendida por profissionais qualificados.
Ainda se usa um kit padronizado de coleta de material para vítimas de agressão sexual e são oferecidas vestes íntimas descartáveis. Assim a mulher não precisa se constranger enquanto a lingerie original – muitas vezes contendo vestígios de sêmen do agressor – é recolhida e encaminhada para análise com as demais amostras coletadas. O kit de coleta de material para vítimas de agressão sexual já está sendo utilizado nos 36 Postos Médico-Legais do RS. A padronização do kit de coleta para as vítimas de agressão sexual, foi desenvolvida também pelo IGP, através do Departamento de Perícias Laboratoriais (DPL) e do Departamento Médico-Legal (DML).
Além do atendimento 24 horas, o Instituto-Geral de Perícias, (IGP) trabalha na qualificação dos dados e na análise estatística da violência doméstica e familiar. É utilizado um software desenvolvido especialmente para gerenciamento, controle e emissão dos trabalhos periciais, com recorte de gênero e controle do número de casos de agressões.
ASCOM/IGP-06/03/2014
 
Departamento de Perícias do Interior do IGP entrega novos equipamentos à 6ª CRP
O Instituto-Geral de Perícias (IGP), através do Departamento de Perícias do Interior (DPI), entregou na última quinta-feira, 27, dezenove (19) coletes Imagebalísticos e três (03) Viaturas Dusters 4x2, à 6ª Coordenadoria Regional de Perícias, sediada em Santo Ângelo.  A entrega foi feita pelo Diretor do Departamento de Perícias do Interior (DPI/IGP), Alexandre Vinicius de Araujo Denega, ao Coordenador Regional da 6ª Coordenadoria Regional de Perícias, Filipe Molinar Machado.
As novas viaturas visam servir de reforço às atividades desenvolvidas pelas Coordenadorias Regionais e Postos do Instituto-Geral de Perícias instalados nas áreas de fronteiras, abrangendo as regiões missões, noroeste colonial, celeiro e fronteira noroeste, num total de 94 municípios e 1 milhão de pessoas a serem beneficiadas.  Foram adquiridas com recursos do programa de reaparelhamento dos órgãos estaduais de Segurança Pública no âmbito da Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras, Enafron II, que faz parte de uma parceria entre os governos do RS e federal.
A solenidade contou com a presença do Deputado Jeferson Fernandes, representando o governo do estado do RS, do Presidente da Câmara de Vereadores de Santo Ângelo, Diomar Formenton, do Prefeito Municipal, Valdir Andres, do Vereador Gilberto Corazza, demais coordenadores regionais das áreas da saúde, segurança pública, PROCERGS, educação e dos servidores dos postos de criminalística, de identificação e médico legal da regional e comunidade.
Fotos: 6ª CRP.
28/02/2014
 
Canoas terá Projeto Sala Lilás destinado a vítimas de violências
A rede de proteção às mulheres vítimas de violências em Canoas será ampliada, no primeiro semestre de 2014, com a implantação Projeto Sala Lilás.Image Trata-se de um projeto criado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado, voltado ao acolhimento, em ambiente privativo e seguro, de mulheres que aguardam atendimentos de perícia clínica, que é feita pelo Departamento Médico Legal (DML), e Psicossocial.
Com o objetivo de conhecer detalhes do Projeto Sala Lilás já disponibilizado pelo Governo do Estado às vítimas de violência, em Porto Alegre, a secretária especial da Coordenadoria de Políticas para a Mulher, Márcia Falcão, visitou o serviço nesta quarta-feira (19).
Na ocasião, a coordenadora do Projeto na capital gaúcha, a corregedora-geral do Instituto-Geral de Perícias Andrea Brochier Machado, explicou que o principal objetivo do acolhimento e do atendimento diferenciado é auxiliar na reconstrução da autoestima das mulheres que passam por violência doméstica ou familiar.
Projeto prevê encaminhamento psicológico
Segundo Andrea, o Sala Lilás também reduz a ansiedade da vítima e providencia o encaminhamento psicológico ou psiquiátrico da vítima de maus tratos, de acordo com a necessidade. A secretária especial Márcia Falcão - que estava acompanhada do secretário municipal de Segurança Pública e Cidadania, Guilherme Pacífico - destacou que o local de funcionamento do projeto em Canoas está em fase de definição.
Sala Lilás em outras cidades
A Sala Lilás é um projeto já implantado em Caxias do Sul e Santana do Livramento, além de Porto alegre, com a parceria do Projeto Rede de Atendimento da Segurança Pública para o Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar.
Fonte: Prefeitura Municipal de Canoas
Crédito da notícia: Jornalista Rosilaine Pinheiro - MTE/RS 17242
 
IGP participa da reunião do GGI em Vacaria

No encontro do GGI - (Gabinete de Gestão Integrada para Assuntos de Segurança Pública), na ultima terça-feira, 25, na Guarda Municipal, o ImageInstituto-Geral de Perícias foi representado pela Chefe do Posto de Identificação Regional de Vacaria, a Papiloscopista Suelen Oliveira Abreu. No encontro foram avaliadas as ações dos órgãos de segurança no 30º Rodeio Crioulo Internacional, em que voluntários do Posto de Identificação Regional do IGP se uniram aos membros da Equipe de Prevenção ao Uso de Álcool e Drogas em Eventos, fazendo trabalhos educativos e preventivos.
 Participaram da reunião representantes da POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL - PRF, POLÍCIA CIVIL, BRIGADA MILITAR (Policiamento Ostensivo e Bombeiros), TERRITÓRIO DE PAZ, INSTITUTO GERAL DE PERÍCIAS – IGP, GUARDA MUNICIPAL juntamente com a vice-prefeita Vera Marcelja, o secretário de Esporte, Cultura e Lazer, Leandro da Costa, o Patrão do CTG Porteira do Rio Grande, Neuri Fortuna e o coordenador da Juventude Osvaldo Grigolo Jr.
Na reunião, além da avaliação do grande evento tradicionalista, que foi positiva, com destaque para os trabalhos feitos pelos órgãos de segurança citados, na área preventiva, repressiva e de atribuições específicas de cada um, também foi debatidos assuntos relacionados ao trânsito no perímetro urbano da BR's 116 e 285, construção de uma nova pista para os skatistas próxima à Casa do Povo.
A Vice-Prefeita Vera Marcelja destacou a agenda da Semana Municipal da Mulher, onde haverá a inauguração do Centro de Referência à Mulher Vítima da Violência Doméstica e da Sala Lilás do IGP no dia 12 de março, com a presença do Secretário de Segurança Pública Airton Michels.

Fotos: PI Vacaria

26/02/2014

 
Coordenadora da Sala Lilás recebe lideranças do município de Alegrete

A Coordenadora Estadual da Sala Lilás, Corregedora-Geral do Instituto-Geral de Perícias, Andréa Brochier Machado, recebeu nesta manhã, 25,Image representantes da Prefeitura de Alegrete para tratar da possibilidade de implantar o serviço no município.
Na ocasião, a Vice-Prefeita de Alegrete, Maria de Fátima Castro Mulazzani, convidou a Coordenadora para uma visita à cidade com o objetivo de participar do evento da Semana da Mulher no próximo dia 13. O Vereador Rudnei Pinto também participou do encontro.
Alegrete não está incluído nos municípios que receberão a Sala Lilás neste ano, mas Andréa Machado vê seu acréscimo ao elenco de selecionados como um reforço na implementação do Projeto Sala Lilás no Rio Grande do Sul.
No próximo dia 7 será inaugurada a Sala Lilás em Bagé.

ASCOM/IGP-25/02/2014

 
Enfrentamento à violência contra a mulher é tema de encontro nacional na Defensoria Pública
Porto Alegre (RS) - Um encontro para troca de ideias, experiências e debater os trabalhos na área de defesa da mulher vítima de violência foi a proposta Imageda reunião ordinária da Comissão de Promoção e Defesa da Mulher do Colégio Nacional dos Defensores Públicos-Gerais (Condege), que ocorreu nesta quinta-feira (20), na sede da Defensoria Pública. O evento reuniu Defensores Públicos de diversas regiões do País, além da presença de representantes do Governo do Estado, Poder Judiciário, Ministério Público e líderes comunitárias. Os participantes também conheceram o Centro de Referência em Direitos Humanos (CDRH), que faz atendimento às mulheres vítimas de violência, inaugurado no dia 17 de janeiro.
Durante a solenidade de abertura, a Defensora Pública-Geral, Luciana Kern, lembrou que o CDRH presta atendimento multidisciplinar para as mulheres vítimas de violência. “Temos profissionais da psicologia e da assistência social, pois acreditamos que apenas a repressão da violência não era suficiente”, contou Luciana. “O CDRH pretende romper o ciclo de violência, garantindo mais dignidade para as pessoas, por meio da terapia em grupo, individual, indo além do atendimento jurídico.”
Segundo a Dirigente do Núcleo de Defesa da Mulher (Nudem), Defensora Pública Jamile Nehmé de Toledo, o encontro é importante para a consolidação do trabalho, fortalecendo uma rede nacional de enfrentamento à violência contra a mulher. “O atendimento jurídico não basta para resgatar a autonomia e a cidadania da vítima”, disse. “Este encontro é importante para que todas as pessoas aqui presentes conheçam o trabalho que vem sendo desenvolvido pela comissão e para que troquemos ideias voltadas ao mesmo ideal.”
A Coordenadora da Comissão de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher do Condege, Jeane Xaud, explica que estimular a reflexão sobre o dever do Defensor e nivelar a atuação na área em todo o País. “Estamos desenvolvendo um protocolo de atuação na área de violência contra a mulher, para unirmos forças e criar uma rede nacional.”
Presente no evento, a Secretária Estadual de Políticas para as Mulheres, Ariane Leitão, elogiou o trabalho da Defensoria Pública gaúcha em suas diversas ações de atendimento da mulher vítima de violência. “Uma Instituição que promove o direito e a cidadania. A Secretaria é parceira da Defensoria.”
Presenças
Entre as autoridades presentes no evento, o Promotor de Justiça André Caruso (representando o Procurador-Geral de Justiça Eduardo Veiga), a Secretária Adjunta da Mulher de Porto Alegre, Waleska Vasconcellos (representando o Poder Executivo Municipal), a Dirigente do Núcleo de Direitos Humanos da Procuradoria-Geral do Estado), a representante da presidência da Ajuris, Vera Müller, a Coordenadora Estadual da Sala Lilás, Andrea Machado, a Coordenadora Estadual das Delegacias das Mulheres, Delegada Anita Klein, a Chefe de Gabinete da Secretaria de Estado da Segurança Pública, Raquel Gomes, Ane Cruz (representando a Deputada Estadual Ana Affonso), a representante do Centro de Atendimento Vânia Araújo, Maria do Carmo, a representante da Secretaria Estadual de Educação, Helena Martins, as Defensoras Públicas Lísia Mostardeiro e Andrea do Espírito Santo, a Defensora Pública da Bahia, Firmiane Souza, do Distrito Federal, Sandra Ferreira, do Mato Grosso do Sul, Graziele Ocariz, do Mato Grosso, Rosana Barros, do Rio Grande do Norte, Marcos Alves, do Pernambuco, Virgínia Moury, de São Paulo, Ana Paula Lewin, do Paraná, Natália Stephane, do Amazonas, Miguel de Alencar, do Piauí, Verônica Accioli, e do Rio de Janeiro, Clara Prazeres, além do Diretor-Geral da Defensoria Pública do Rio Grande do Sul, Flávio Fulginiti.
Fonte: site da Defensoria Públicxa do Estado
O evento reuniu Defensores Públicos de diversas regiões do País, além da presença de representantes do Governo do Estado, Poder Judiciário, Ministério Público e líderes comunitárias - Foto: Alexandre Rodrigues/Ascom DPERS
 
<< Início < Anterior | 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 | Seguinte > Final >>

Resultados 105 - 112 de 1396

© 2014

Direção Geral: Rua Voluntários da Pátria, 1358 - 3º andar - CEP 90230-010 - Porto Alegre/RS
Dep. Criminalística Tel.: (51)3223-6677 - Dep. Identificação Tel.: (51)3223-6122/2798
Dep Médico-Legal Tel.: (51)3288-2656/2650 - Laboratório de Perícias Tel.: (51)3288-2664