13 anos!
Home
InstitucionalServiços OnlineLegislaçãoFotosMapasImprensaFale Conosco
DML
DI
DC
Laboratório
DPI
AgendamentoCI
Documentos
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Site do Sistema de Informação ao Cidadão
Consulta SPI
.
 Portal do Servidor - RHE
.
Expresso
.
Consultas Integradas
.

190

Disque Denúncia

Cuidado com as pessoas: a marca da mulher que administra os recursos humanos do IGP
ImageAtenção, o sorriso e uma boa dose de carinho. São ingredientes que fazem de MARIA ELENIR ANDRADE BASTIANI, chefe da Divisão de Pessoal do IGP, pessoa muito querida por todos.
E muito bem preparada para exercer as funções que desempenha.
Formada em Direito pela UNISINOS, em 1994, Elenir ingressou no IGP como assessora administrativa quatro anos depois, em fevereiro de 1998. Naquela época, o Instituto Geral de Perícias era um “recém nascido”. Aliás, ela fez parte do grupo que fundou a Instituição, sob a batuta do perito criminalístico engenheiro Áureo Luiz Figueiredo Martins.]
 
Completando 31 anos de serviços prestados ao Estado do Rio Grande do Sul, Maria Elenir avança, se projeta na atividade que tanto ama e se dedica: a tecnologia moderna permite que ela alcance, junto à Fundação Ibero-Americana da Cidade do México, o título de Mestra em Mediação de Conflitos e Resolução. Ainda este ano, ela deverá defender a tese naquele país.
 
Mais ferramentas para melhor gestão de recursos humanos?
Sem dúvida!
Menos tempo para a família e os dois filhos?
Segundo ela, “a gratificação pelo trabalho bem feito compensa o enfrentamento das dificuldades”.
Planos para o futuro? Nada de aposentadoria. Antes disso vem o projeto de humanização do IGP, no âmbito do quadro de funcionários. Tudo com atendimento individualizado, preocupação com as pessoas e o empenho de muito amor pela profissão que escolheu.

Texto e fotos – Norberto Peres - IGP     
 
Hoje é Dia do Papiloscopista, tradição de 112 anos
A definição de PAPILOSCOPIA é esta: “Datiloscopia ou papiloscopia é o processo de identificação humana por meio das impressões digitais, normalmenteImage utilizado para fins judiciários. Esta área do conhecimento estuda as papilas dérmicas (saliências da pele) existentes na palma das mãos e na planta dos pés, também conhecido como o estudo das impressões digitais”.
Dia 05 de fevereiro se comemora o Dia do Papiloscopista em todo o Brasil, homenagem ao DR. FÉLIX PACHECO (foto), jornalista, político, poeta e tradutor brasileiro, pioneiro e defensor da introdução, no Brasil, do método de identificação pelas impressões digitais - para a qual ainda havia descrentes e alguma oposição no País, em 1903, início do século passado. O fundador e primeiro diretor do Gabinete de Identificação e Estatística da Polícia do Distrito Federal, hoje Instituto de Identificação Félix Pacheco - o primeiro no Brasil a adotar o banco de dados datiloscópicos.

Nesta quinta-feira (05), o diretor-geral do IGP, perito criminal Cleber Müller, acompanhado dos diretores do DPL (Departamento de Perícias Laboratoriais), perita criminal Bianca Carvalho e do DML (Departamento Médico-Legal), perito médico legista Luciano Haas, foi recebido pelo diretor do DI (Departamento de Identificação), papiloscopista Guilherme Ferreira Lopes. Cerca de 20 profissionais da área de Papiloscopía do IGP, que cumprem expediente no turno da manhã, foram homenageados pela data. Cleber Müller destacou que “a nova gestão do Instituto Geral de Perícias prima pela valorização de cada profissional, de todas as áreas de atuação”. Manifestou também a excelência do trabalho oferecido pelo IGP à sociedade gaúcha e a contribuição extraordinária dos papiloscopistas para o reconhecimento da Instituição em todo o País. E transmitiu, em nome da Direção Geral os parabéns do IGP a toda a categoria.

Texto e fotos – Norberto Peres – IGP
Ilustrações – Arquivo IGP/RS           
 
Qualificação, experiência e conhecimento: uma jovem no laboratório de DNA
ImageO ambiente é fechado, de acesso restrito. Pouca gente entra nas instalações do laboratório de DNA do IGP. Poucos servidores, mas profissionais qualificados. E quem tiver o privilégio de conhecer de perto o trabalho de verdadeiros cientistas, estará de avental, touca e luvas, tudo para evitar qualquer tipo de contaminação durante as análises.

Quando deixa o laboratório, se desfaz das vestes de proteção e se apresenta: JULIANA PIVA DE ALMEIDA. Natural de Caxias do Sul, a jovem farmacêutica, formada em 2004 pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com especialização em análises clínicas, e que completa, em 2015, 10 anos de brilhante carreira no Instituto Geral de Perícias (IGP).

Observando os gestos e idéias dessa mulher com jeito de menina, é difícil imaginar que se trata de uma Mestra em Biologia Celular e Molecular pela PUCRS e que foi professora nos cursos de especialização da própria PUC, Fundação Assis Gorgatz, do Paraná e da própria Academia da Polícia Civil do RS, a ACADEPOL.

Juliana é uma das mulheres do IGP: preparada e apaixonada pelo que faz.

Texto e fotos – Norberto Peres - IGP     
 
Nomeado o novo diretor administrativo do IGP/RS
Foi publicada no Diário Oficial do Estado, edição desta quinta-feira (05), a nomeação do perito criminal Classe Especial SÉRGIO LUIZ DE OLIVEIRA LOPES,Image novo diretor do Departamento Administrativo do IGP. Formado em Administração de Empresas com especialização em Gestão Pública, Sérgio Lopes ingressou no IGP no ano de 1997. Foi professor de Criminalística na Academia de Polícia Civil (ACADEPOL), coordenador de licitações do IGP, chefe da Divisão de Material e Patrimônio, diretor administrativo da SSP, diretor técnico substituto e diretor administrativo do próprio IGP.

Texto e fotos – Norberto Peres IGP              
 
Papiloscopistas do IGP identificam corpo carbonizado em 48 horas
ImagePapiloscopistas do Plantão do Departamento Médico-Legal (DML) e a equipe de Papiloscopistas do Laboratório de Perícias Necropapiloscópicas do Instituto Geral de Perícias (IGP) realizaram a identificação de um corpo carbonizado em 48 horas. O encontro do cadáver se deu na última semana.

A necropapiloscopia é a identificação humana post mortem mais utilizada no Estado, pois tem baixo custo, é rápida e, aqui no Rio Grande do Sul, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) dispõe de um banco digitalizado de impressões digitais para consulta. Além disso, o IGP conta com uma equipe de papiloscopistas especializada em cadáveres em condições especiais como putrefatos, carbonizados e afogados, e emprega técnicas de revelação e tratamento de impressões digitais recomendadas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) e amplamente utilizadas no mundo inteiro, inclusive em casos que envolvem desastres com muitas vítimas.

Texto – Norberto Peres – IGP
Foto – Arquivo Ascom IGP/RS       
 
IGP e PROCERGS estabelecem novos projetos nas áreas de tecnologia e formação profissional
Uma reunião de trabalho na sede do IGP, em Porto Alegre, alinhou a parceria entre o Instituto Geral de Perícias (IGP) e a Companhia de Processamento deImage Dados do Rio Grande do Sul (PROCERGS). Responsável pela implantação e monitoramento dos sistemas operacionais do IGP, a PROCERGS vai desenvolver, em 2015, novas ferramentas para dinamizar os serviços prestados e oferecer aos gestores a formação técnica para as atividades às quais o IGP se propõe: investimento em Inteligência, presteza nas informações, eficiência e eficácia e a integração cada vez maior com demais órgãos da Segurança Pública: Brigada Militar, Polícia Civil e Susepe.

No encontro de hoje, presidido pelo diretor-geral Cleber Müller, estiveram presentes o
Analista de Negócios da PROCERGS, Fausto Weber Nowaczyk, o assessor do gabinete para assuntos de Inteligência e Tecnologia da Informação, perito criminal Anderson Fraga Morales e demais componentes da direção do IGP/RS.

Texto e fotos – Norberto Peres - IGP         
 
<< Início < Anterior | 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 | Seguinte > Final >>

Resultados 105 - 112 de 1541

© 2015

Direção Geral: Rua Voluntários da Pátria, 1358 - 3º andar - CEP 90230-010 - Porto Alegre/RS
Dep. Criminalística Tel.: (51)3223-6677 - Dep. Identificação Tel.: (51)3223-6122/2798
Dep Médico-Legal Tel.: (51)3288-2656/2650 - Laboratório de Perícias Tel.: (51)3288-2664