13 anos!
Home
InstitucionalServiços OnlineLegislaçãoFotosMapasImprensaFale Conosco
DML
DI
DC
Laboratório
DPI
AgendamentoCI
Compras
Documentos
Contratação Emergencial 2013
Promoções IGP
Concurso 2008
Seminário 15 Anos
Telefones úteis do IGP
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Banco Nacional do Desenvolvimento
Site do Sistema de Informação ao Cidadão

Revistas do IGP

 Revista do IGP nº3

 

 

Missão e Visão de Futuro
 .
Seminário Mulheres e a Segurança Pública
.
Consulta SPI
.
 Portal do Servidor - RHE
.
Expresso
.
Banrisul
.
Consultas Integradas
.

Cursos de Ensino à Distância

190

Disque Denúncia

O primeiro Centro de Excelência em Perícia Criminal do Brasil, no RS
O Rio Grande do Sul poderá contar com o primeiro Centro de Excelência em Perícia Criminal do Brasil. As obrasImage do Centro de Excelência em Perícia Criminal, junto à sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP), devem começar até 2015. O Ministério da Justiça já disponibilizou R$ 28 milhões, além dos R$ 2,8 milhões de contrapartida da SSP.
O Estado será referência internacional no setor, visto que caberá ao Instituto-Geral de Perícias (IGP) atender, quando necessário, os Estados de Santa Catarina, Paraná e países vizinhos. "Teremos nossa capacidade ampliada em estrutura e tecnologia", afirma o secretário da Segurança Pública, Airton Michels.

O prédio, que será construído na Rua Voluntários da Pátria, 1358, terá sete andares, totalizando 12 mil metros quadrados, e abrigará todos os setores e divisões do Departamento de Criminalística e do Departamento de Perícias Laboratoriais. O Departamento de Identificação seguirá na Avenida Azenha. O Departamento Médico Legal continuará na Avenida Ipiranga. Parte dos setores administrativos do IGP irá para o prédio novo e o restante ficará na SSP.

Com o recurso da contrapartida do Governo do Estado, serão comprados equipamentos de laboratório como microscópios, scanners de corpo, cromatógrafos (equipamento que analisa amostras de locais de crime) e sequenciadores de DNA. "Isso tudo dará mais agilidade nas perícias", explica o perito criminal do IGP, Jackson Dombrowski.

A secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, assinou o protocolo de intenções com o secretário da Segurança Pública, na última segunda-feira (11), em Porto Alegre. "O que significa que existe o recurso do Ministério da Justiça. Agora, começa o processo de liberação da verba para executar a obra até o final de 2015", esclarece Michels.

São Paulo e Distrito Federal também deverão ter Centro de Excelência em Perícia Criminal. Porém, o Rio Grande do Sul é o primeiro a assinar o protocolo de intenções.

Texto: Patrícia Lemos
Foto: Pedro Revillion/Palácio Piratini
Edição: Redação Secom (51) 3210-4305      
 
RS terá o primeiro Centro de Excelência em Perícia Criminal do Brasil

ImagePorto Alegre será a sede do primeiro Centro de Excelência em Perícia Criminal do País. A informação foi confirmada pela Secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, na abertura do Seminário Estadual ‘Protagonismo dos Municípios na Construção da Segurança Cidadã’, realizado no início desta semana (11 e 12), no Hotel Embaixador, na Capital. Na oportunidade foi assinado um Termo de Intenções que formaliza o convênio entre o Governo do RS e a União, através do Ministério da Justiça, representado pela secretária Regina Miki e o Governo Gaúcho, pelo secretário estadual da Segurança Pública, Airton Michels.

A secretária Regina Miki, durante a saudação que dirigiu aos presentes, declarou que é fascinada pela atividade pericial e destacou a importância que desempenha no contexto da Segurança Pública. Frisou ainda que “os peritos do Rio Grande do Sul são respeitados no Brasil inteiro, e já cumpriram relevantes serviços em episódios trágicos, como o acidente com o jato da TAM, em São Paulo e, mais recentemente, no incêndio da Boate Kiss, em Santa Maria”. Além disso, referiu a facilidade de negociação com o governador Tarso Genro, a quem assessorou quando Ministro da Justiça do Governo Lula. De tal forma que “o RS terá o Centro de Excelência em Perícia antes mesmo do Distrito Federal”.

Já o secretário Michels, abordou a importância que terá o Centro de Excelência em Perícia Criminal para as políticas de Segurança Pública implantadas pelo Governo do Estado. Além de ampliar e modernizar as instalações e equipamentos do Instituto Geral de Perícias (IGP/RS). O coordenador do “RS na Paz”, delegado Carlos Sant'Ana, disse que o seminário é um ganho qualitativo para o programa, que já abrange 57 municípios do Estado.

A solenidade contou, também, com as presenças do secretário-adjunto da Segurança Pública, Juarez Pinheiro, do diretor-geral do IGP, José Cláudio Teixeira Garcia, diretores de departamentos da Instituição e os comandantes das polícias, civil, delegado Ranolfo Vieira Júnior e da Brigada Militar, coronel Fábio Duarte Fernandes.

Texto e fotos – Ascom IGP/RS em 14/11/2013       


 
IGP recebe doação do Ministério Público
A 2ª CRP do Instituto-Geral de Perícias, em Caxias do Sul, recebeu na última quarta-feira, 13,Image a doação de equipamentos e mobiliário do Ministério Público, em Flores da Cunha. O evento foi conduzido pelo Promotor de Justiça, Dr. Stéfano Lobato Kaltbach, que salientou a revelância do trabalho pericial do IGP para o processo judicial penal e dos serviços de identificação civil para as comunidades de Flores da Cunha e da região.
Foram doados dois computadores (entregues anteriormente), duas impressoras multifuncionais, 3 ventiladores, uma central telefônica, dois aparelhos de telefone - sem fio, dois armários metálicos, duas mesas de computadores e um armário de madeira, adquiridos por meio de transações nos processos penais daquela Comarca. O material doado equipará o posto de identificação de Caxias do Sul.
Participaram do evento, além do Promotor de Justiça, a Secretária de Diligências, Elisiane R. Borges e a funcionária Zaira L. Molon; pelo IGP participaram o Coordenador Regional da 2ª CRP, Perito Criminal Airton Kraemer, a Chefe da Seção de Identificação, Papiloscopista Ana Júlia Poletto, o Perito Criminal Rafael M. N. Pinto e o Fotógrafo Criminalístico Francisco Rossa.

ASCOM/IGP-14/11/2013

Fotos: Francisco Rossa.

 
Instituto-Geral de Perícias e Polícia Civil concluem integração para recepção de laudos eletrônicos
O Instituto-Geral de Perícias confirmou a previsão de que a partir de 11 de novembro concluiria a Imageúltima fase para a integração e recepção de laudos eletrônicos entre o Sistema de Polícia Judiciária (SPJ) e o Protocolo Geral de Perícias (PGP) nesta segunda-feira, 11. O processo foi concluído já com um total de dez mil, duzentos e trinta (10.230) laudos toxicológicos e de análise de drogas entregues.
A partir de hoje, as 525 delegacias da Polícia Civil já estão autorizadas a acessar os laudos eletrônicos disponibilizados pelo Instituto-Geral de Perícias. Desse total, até o momento, 156 DPs já receberam pelo menos um laudo eletrônico, que se caracteriza por ser um documento com certificação digital com garantias de autenticidade, integridade e não repúdio.
A conquista é resultado do esforço e empenho e integração das equipes da Divisão de Tecnologia da Informação do IGP, do Departamento de Perícias Laboratoriais e da Procergs.
 
ASCOM/IGP-11/11/2013
 
5ª CRP participa do curso de Capacitação da Patrulha Maria da Penha

Os servidores da 5ª Coordenadoria Regional de Perícias (5ª CRP/IGP/RS) participam, desde a última terça-feira (5),Image do curso de Capacitação da Patrulha Maria da Penha, juntamente com a coordenadora estadual do Projeto Sala Lilás e corregedora-geral do IGP, Andrea Brochier Machado e a psicóloga Claudia Carvalho. O curso visa o aprimoramento dos funcionários que atendem às mulheres vítimas de violência.

A 5º CRP, sediada em Santa Maria é representada no curso de capacitação da Patrulha Maria da Penha pelos seguintes servidores:

Peritas médico-legistas: MARIA ANGELA ZUCCHETTO e DEILI GRANVILLE SILVA;

Perita Odonto-Legista: FERNANDA DA ROSA CRISTINO;

Auxiliares de perícias: ADRIANO DOS SANTOS TEIXEIRA, KLEBER BESSOB WINCK, ROBERTO JACOB SILVEIRA, ELENIR ALVES DA SILVA; ERON RODRIGUES CUNHA LOPES, GIOVANI AMESTOY DA SILVEIRA, VERÔNICA CUNHA PINTO;

Auxiliares administrativos: FATIMA REJANE OLIVEIRA TELLES e JOSE AUGUSTO DE ASSUMPÇÃO.

 

A proposta da Patrulha Maria da Penha é realizar visitas às residências das vítimas de agressões domésticas e acompanhar as mulheres em um atendimento pós-delito, encaminhando as vítimas, em caso de necessidade, aos locais designados para atendimento de mulheres em situação de violência.

A ação faz parte do projeto de fortificação da rede de atendimento à violência doméstica, criado pela SSP/RS. Além disso, são vinculados ao projeto órgãos da segurança pública como Polícia Civil, Instituto-Geral de Perícias e Brigada Militar em sintonia com a Secretaria de Políticas para as Mulheres.

Texto – Ascom IGP/RS em 09/11/2013

Foto – 5ª CRP/IGP/RS         

 
Sala Lilás é realidade em Santana do Livramento
ImageO Instituto-Geral de Perícias, em parceria com o projeto ‘rede de atendimento da Segurança Pública para o enfrentamento da violência à violência doméstica e familiar’ inaugurou, na tarde dessa quinta-feira (31), a segunda Sala Lilás do RS, no prédio da 7ª Coordenadoria Regional de Perícias (7ª CRP), localizada no centro da cidade de Santana do Livramento – Rua Silveira Martins, 336, na presença do secretário estadual da Segurança Pública, Airton Michels e do diretor  geral do IGP, José Cláudio Teixeira Garcia.
 
Na oportunidade, o secretário Airton Michels, ressaltou a presença de quatro mulheres, em especial: a corregedora-geral do IGP e coordenadora estadual do projeto Sala Lilás, Andréa Brochier Machado, a chefe de gabinete da SSP, Raquel Gomes, a chefe da Patrulha Maria da Penha, tenente-coronel Nádia Gehardt e a representante da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), Yara Stochmanns. O secretário Michels salientou os esforços na implementação dos programas de combate à violência contra as mulheres. Segundo ele, “combatendo a violência contra as mulheres também se reduz os índices de homicídio, uma vez que a estatística registra números expressivos de mulheres assassinadas”. E complementou afirmando que “é preciso dizer para a sociedade que uma sociedade civilizada não pode aceitar esses índices de violência contra as mulheres!”
Ainda sobre o RS, Michels declarou que “este será o primeiro Estado do País a ter um centro de excelência em perícias, por ser o IGP uma instituição que conquistou o respeito de todo o Brasil.

O coordenador da 7ª CRP, Leandro Nim Tholozan frisou o papel do servidor público enquanto representante do Estado e o dever de preencher os espaços de necessidades dos cidadãos; e a importância de contar com a segunda Sala Lilás, no município de Santana do Livramento.
 
Representando o prefeito municipal, o vice-prefeito Eduardo Rafael Vieira Oliveira agradeceu ao governador Tarso Genro, na pessoa do secretário Airton Michels, a distinção a Santana do Livramento para sediar a primeira Sala Lilás no interior do RS. De acordo com o vice-prefeito em exercício “isso é fruto do trabalho incansável da titular da Coordenadoria da Mulher da Prefeitura de Livramento, Roséli Ribeiro Ortiz, ela que coordena, também, o Centro de Referência Professora Deise, que também presta auxílio à Mulher santanense”. 
 
Na qualidade de coordenadora estadual do projeto Sala Lilás, a corregedora-geral do IGP, Andréa Brochier Machado, destacou o reaparelhamento dos postos médico-legais como uma das grandes conquistas do projeto. Ela enfatizou que “Santana do Livramento é modelo de coordenadoria por integrar a criminalística, a identificação e o atendimento na área de medicina-legal e, agora, também com uma Sala Lilás.
 
E a diretora Yara Stochmanns, representando a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) lembrou que a Coordenadoria da Mulher já era um sonho desde a época da secretária Márcia Santana. “Na atual gestão da secretária Ariane Leitão e a parceria com a SSP mais sonhos estão se tornando realidade. A assinatura do pacto de combate à violência contra a Mulher, a SSP recebeu recursos da SPM da Presidência da República e institucionaliza o atendimento às mulheres vítimas de violência.
 
Após o descerramento da fita inaugural da Sala Lilás, o Grupo de Dança Anita Garibaldi, integrado por meninas da comunidade santanense, realizou apresentação artística ao som de músicas do RS e indumentária em tons de lilás.
 
Texto e fotos – Ascom IGP/RS em 1º/11/2013             
 
<< Início < Anterior | 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 | Seguinte > Final >>

Resultados 105 - 112 de 1347

© 2014

Direção Geral: Rua Voluntários da Pátria, 1358 - 3º andar - CEP 90230-010 - Porto Alegre/RS
Dep. Criminalística Tel.: (51)3223-6677/6675 - Dep. Identificação Tel.: (51)3223-6122/2798
Dep Médico-Legal Tel.: (51)3288-2656/2650 - Laboratório de Perícias Tel.: (51)3288-2664