13 anos!
Home
InstitucionalServiços OnlineLegislaçãoFotosMapasImprensaFale Conosco
DML
DI
DC
Laboratório
DPI
AgendamentoCI
Documentos
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Site do Sistema de Informação ao Cidadão
Consulta SPI
.
 Portal do Servidor - RHE
.
Expresso
.
Consultas Integradas
.

190

Disque Denúncia

IGP e PROCERGS em reunião de trabalho sobre Tecnologia da Informação
Nesta tarde de sexta-feira (24), na sala de reuniões da direção da PROCERGS (Companhia de Processamento de Dados do RS), o diretor-geral do IGP, peritoImage criminalístico Cleber Ricardo Teixeira Müller e o chefe da Divisão de Tecnologia da Informação (TI), André Luiz da Silva Assis apresentaram projetos de Identificação Biométrica e Carteira Funcional a ser implantada na SSP ( Secretaria da Segurança Pública do RS). Participaram do encontro diretores da PROCERGS em diversas áreas, liderados pelo diretor-presidente Antonio Ramos Gomes e Jorge Fernando Krug Santos, representante do Banrisul, responsável pela área de TI.

Após a apresentação ficou estabelecida a necessidade de um esforço conjunto no sentido da implantação dos novos sistemas. Mas, antes, a idéia é agendar uma apresentação ao governador José Ivo Sartori e ao secretário-geral de Governo, Carlos Búrigo, para demonstrar os múltiplos benefícios que Estado terá com as novas tecnologias.

Texto e fotos – Norberto Peres – DG-IGP/RS em 24/07/2015        
 
Diretor –Geral do IGP/RS recebe gestores de órgãos federal e municipal no gabinete
ImageNessa quinta-feira (23), o diretor-geral do IGP, perito criminalístico Cleber Ricardo Teixeira Müller recebeu, no gabinete, a diretora-geral do TSE – Tribunal Superior Eleitoral, LEDA BANDEIRA, acompanhada de assessores. Ela esteve em Porto Alegre para cumprimento de agenda, incluindo a reunião com a direção da Perícia Oficial do RS. O objetivo do encontro foi a apresentação de proposta de parceria para intercâmbio de informações do Banco de Dados das Instituições.


Logo depois, Cleber Müller recebeu o procurador-geral adjunto do município de Porto Alegre, Lieverson Perin. O propósito da visita foi o de negociar umImage convênio entre o município e o IGP para a confecção de carteiras funcionais para os servidores daquela repartição pública.


Acompanhou o diretor-geral Cleber Müller o chefe da Divisão de Tecnologia da Informação do IGP, André Luiz da Silva Assis.


Texto e fotos – Norberto Peres – DG-IGP/RS em 24/07/2015       
 
FORÇA TAREFA REDUZ DEMANDA DE PERÍCIA VEICULAR NA REGIÃO DAS MISSÕES
Image
Em cumprimento à Ordem de Serviço nº13/2015 que determina que os Peritos Criminais da 5ª Coordenadoria Regional de Perícias (5ª CRP-IGP/RS) atendam perícias veiculares nas cidades da 6ª CRP, nos dias 15 e 16 de julho quarta e quinta-feira da última semana, os Peritos Criminais do Posto de Criminalística de Santa Maria, Camilo Costa Mércio, Clândio Bortoluzzi Soares e Rafael Noal Moro, juntamente com o Fotógrafo Criminalístico Géderson de Lima da Luz realizaram atendimentos de Identificação Veicular (EPNIVA), em regime de força-tarefa, nas cidades de Panambi e Cruz Alta.

Na oportunidade o Perito Criminal Maurício Mariani, lotado no Posto de Criminalística de Santo Ângelo acompanhou as atividades realizadas visando aImage atualização e treinamento. Dando seguimento a esta força-tarefa já foram agendados atendimentos na cidade de Santo Ângelo, região das Missões, em 29 e 30 de julho, quarta e quinta-feira da próxima semana.

Todos os laudos periciais resultantes de perícias de identificação veicular realizadas pelos servidores do Posto de Criminalística de Santa Maria são emitidos em formato digital (laudo eletrônico) desde abril de 2015, garantindo maior rapidez na confecção e expedição dos mesmos.

Texto – Perita Criminal Engenheira Simone Bassan Petry – 5ª CRP Santa Maria
Fotos - Fotógrafo Criminalísitico Géderson de Lima da Luz - 5ª CRP - Missões
Edição – DG – Ascom IGP/RS     
 
Diretor-Geral do IGP é recebido pelo presidente da Assembléia Legislativa do RS
Image
Na manhã desta terça-feira (21) o diretor-geral do IGP/RS, perito criminalístico Cleber Ricardo Teixeira Müller foi recebido em audiência pelo presidente da Assembléia Legislativa do RS (ALERGS), deputado Edson Brum. Acompanhado do chefe da Divisão de Ensino do IGP, Adriano Barcelos Pinheiro, Cleber Müller formalizou o convite para a solenidade de abertura do 5º Seminário de Pesquisas, Estudos e Inovações do IGP, a ser realizada às 9 horas do dia 25 de agosto, no Teatro Dante Barone da ALERGS. O evento será nos dias 25 e 26 de agosto.

Na conversa informal que mantiveram durante 30 minutos, Cleber Müller e o deputado Edson Brum trataram de assuntos relacionados a mudanças na legislação que podem beneficiar servidores de carreira do IGP, o projeto de reformulação das Coordenadorias Regionais de Perícias, a implantação doImage laudo digital e a construção do Centro Regional de Excelência em Perícias, cuja obra deve começar neste mês de agosto. Durante parte da audiência esteve presente o ex-deputado Achylles Braghirolli, assessor parlamentar do presidente da ALERGS.

Após a audiência com o presidente da Assembléia Gaúcha, o diretor-geral do IGP/RS concedeu entrevista à TV Assembléia, sobre os assuntos tratados no encontro.

Texto e fotos – Norberto Peres – DG-IGP/RS em 21/07/2015           
 
SÉRIE PERITO EM DESTAQUE - perito criminalístico ÁUREO LUIZ FIGUEIREDO MARTINS
Image
O PERITO QUE AJUDOU O IGP A NASCER

ImageA vida do perito criminalístico engenheiro ÁUREO LUIZ FIGUEIREDO MARTINS, gaúcho de São Sepé e diretor-geral do IGP durante 8 anos, foi marcada pelo ato de criação do Instituto-Geral de Perícias, a 17 de julho de 1997. Coube a ele a tarefa de administrar mas, antes disso, a missão de criar uma Instituição que ainda não existia.
A história do nascimento do IGP/RS foi contada pelo próprio perito ÁUREO LUIZ FIGUEIREDO MARTINS, no final da manhã da sexta-feira, dia 17 de julho de 2015, data do aniversário de 18 anos da Perícia Oficial Gaúcha.

Para facilitar a compreensão dos fatos que se sucederam entre os anos de 1989 e 1997, o perito Áureo esclareceu que a idéia de unificar a perícia do RS foi obra do secretário estadual da Segurança Pública JOSÉ FERNANDO CIRNE LIMA EICHENBERG, no mandato do Governador Pedro Simon. O “embrião” doImage Instituto-Geral de Perícias foi concebido na própria Constituição do Estado do RS promulgada em 1989, com a criação da Coordenadoria Geral de Perícias. Isso gerou a transformação dos antigos Institutos (Criminalística, Médico-Legal e de Identificação) em Departamentos a serem desvinculados da Polícia Civil, abandonando o conceito da Polícia Técnico-Científica.
Porém, segundo Áureo, a autonomia da Perícia Oficial Gaúcha ficou no “limbo” durante 8 anos (l989-1997). A emenda constitucional, vigente a partir de 17 de julho de 1997, criou oficialmente o Instituto-Geral de Perícias.

MISSÃO DO ADMINISTRADOR

O titular da Coordenadoria Geral de Perícias, naquela época, era o perito SÉRGIO OTÁVIO SAUER. Foi dele a iniciativa de confiar ao perito ÁUREO MARTINS a missão de dotar o IGP de uma estrutura que ainda não existia. As primeiras instalações foram na Rua Presidente Roosevelt, 88, onde hoje funciona o Departamento de Narcóticos da Polícia Civil, o DENARC. Ali, em meio às improvisações naturais de quem inicia a execução de um projeto, havia dois estagiários. Um deles, na observação do administrador ÁUREO MARTINS, era muito bom na arte de desenhar. Foi aí que surgiu o logotipo do IGP/RS que existe até hoje.

PRESSÃO

Esboçando um sorriso, Áureo explicou em detalhes a criação do símbolo do IGP.
Nas primeiras reuniões da nova direção do IGP com o secretário José Eichenberg, determinaram ao perito Áureo que apontasse o número de viaturas oficiais que seriam necessárias ao IGP. A experiência administrativa e o tino gerencial levaram ao número OITO (duas para o gabinete, duas para o Departamento de Criminalística, duas para o Departamento de Identificação e outras duas para o Departamento Médico Legal.
Para surpresa dele, a reação do secretário Eichenberg foi: “Oito é muito pouco. Vou designar 18 viaturas!”. Providenciem os adesivos com a logotipia para a semana que vem, quando forem entregues os veículos.
ImageE agora? – perguntou a si mesmo o perito Áureo Martins. Não tenho a menor idéia de como vai ser o logotipo. No dia seguinte, o jovem estagiário (cujo nome ele não lembra), que era “bom de desenho”, recebeu a incumbência de criar a peça, a partir de orientações básicas do diretor: símbolo do Departamento de Criminalística: o microscópio; do Departamento de Identificação: uma lupa e a impressão digital; do Departamento Médico Legal, o estetoscópio. A palavra PERÍCIAS, em destaque, e as cores do Estado do Rio Grande do Sul.
Pronto! Rapidamente o estagiário desenhou o logotipo do IGP.
ÁUREO MARTINS recorda que, em 2009, quando ainda respondia pela direção-geral, o IGP instituiu um concurso para a criação de um logotipo mais moderno.
Resultado: nenhuma das propostas apresentadas foi melhor do que a existente. Continua o mesmo logotipo.

DIRETOR-GERAL DO IGP/RS

Nos dois primeiros anos de vida, o IGP foi administrado pelo perito ÁUREO LUIZ FIGUEIREDO MARTINS. Em 1999, com a posse do Governador Olívio Dutra, ele voltou ao “plantão das terças-feiras”, no Departamento de Criminalística. Em 2003, a ascensão de Germano Rigotto ao Palácio Piratini o trouxeImage de volta ao IGP, desta vez como diretor-geral. E foram quatro anos do Governo Rigotto, mais quatro da Governadora Yeda Crusius. Oito anos que consolidaram a Instituição e destacaram a administração do perito ÁUREO MARTINS na Perícia Oficial Gaúcha.

TRAJETÓRIA DE DESAFIOS

Aos 15 anos de idade o jovem Áureo Martins decidiu ampliar os horizontes. Os três primeiros anos de estudo em Santa Maria, deixaram para trás a terra natal, São Sepé.
Em 1973, no dia 30 de novembro, ele desembarcou em Porto Alegre com o objetivo de arranjar um emprego que permitisse a continuidade dos estudos. Ao concluir o Ensino Médio, disposto a cursar Engenharia, já trabalhava na Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos do Estado (FDRH), à época CETERGS. De datilógrafo a diretor administrativo. A aprovação no vestibular da PUCRS para Engenharia Civil, alterou o orçamento do jovem Áureo Luiz.
Foi quando surgiu a perícia na vida dele.
Em 1989 o Estado do RS abriu concurso público para perito.
A indicação da colega Dalva Escobar Copetti, esposa do perito Copetti, o levou a se inscrever. Foi classificado em 1º lugar. A carreira de perito criminalístico obrigou à mudança radical. Do gabinete da FDRH com funções administrativas para locais de crime e acidentes de trânsito como perito. A remuneração era três vezes maior e o perito Áureo assumiu o plantão às terças-feiras no Departamento de Criminalística.

A VIDA EM FUNÇÃO DE NÚMEROS

Além da Perícia Criminalística, ÁUREO LUIZ FIGUEIREDO MARTINS dedicou-se à Engenharia Civil, às Ciências Contábeis e à Matemática Aplicada. Três áreas com formação superior. Algo que influenciou a gestão dele no Instituto-Geral de Perícias. Orçamento, custos, previsão de gastos, controle de despesas, capacidade de investimento. Foi assim durante os oito anos que respondeu pela direção-geral.
Hoje, com um sorriso nos lábios, ele comemora a evolução da Perícia Oficial Gaúcha e, mesmo aposentado, os projetos atuais da carreira de professor Imageda Universidade Luterana do Brasil (ULBRA).

A mensagem final revelou a satisfação íntima e o orgulho pela concretização de um projeto: o novo prédio do IGP que, finalmente, vai sair do papel. “AImage administração de um órgão público exige determinação, atitude mas, ao mesmo tempo, paciência e serenidade para que, no momento certo, as coisas aconteçam. O IGP merece o novo prédio, que nós idealizamos e que a atual administração vai erguer” – disse ele.
E mais: “A Perícia Oficial Gaúcha teve momentos difíceis, desde o começo. Mas nem por isso deixou de ser modelo para o resto do Brasil, como sempre foi, pela qualidade e qualificação dos servidores. Isso é que eu desejo que continue sempre!”

Texto e fotos – Norberto Peres – Ascom IGP/RS em 20/07/2015       
 
MENSAGEM DE ANIVERSÁRIO IGP 18 ANOS
ImagePor que 17 de julho é o aniversário do IGP?
A pergunta é óbvia e a curiosidade das pessoas que não pesquisaram sobre o assunto em nosso site se justifica. Muitos não conhecem a transição pela qual passou a Perícia Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, do antigo Departamento de Polícia Técnico-Científica até a sigla que tornou-se referência de qualidade para o resto do Brasil IGP – Instituto Geral de Perícias. A história apresenta como referência a Constituição do RS, promulgada em 1989. No artigo de número 124 constava a Coordenadoria-Geral de Perícias. Essa nomenclatura permaneceu vigente até o ano de 1997. A partir da efetivação da Emenda Constitucional 19, surgiu o INSTITUTO-GERAL DE PERÍCIAS, o nosso IGP. E a Emenda 19 passou a valer no dia 17 de julho de 1997.

Foram 18 anos de transformações, conquistas, dificuldades superadas e tantas outras a superar. E neste processo de luta e muito trabalho, a atual direção do IGP, utilizando este espaço privilegiado de divulgação de nossos propósitos, tem procurado resgatar e valorizar os personagens mais importantes: homens e mulheres que batalharam, estudaram, pesquisaram, transmitiram conhecimentos e concentraram esforços no cumprimento das tarefas que o dia-a-dia lhes impôs. Graças aos servidores, aos trabalhadores, fundamentalmente, a Perícia Oficial Gaúcha atingiu o patamar de qualidade e eficiência reconhecida pelos colegas de todo o Brasil.

A nós que, hoje, temos a responsabilidade de dirigir a Instituição, com os Departamentos de Criminalística, Médico-Legal e de Identificação, outrora Institutos subordinados à Polícia Civil, com os acréscimos dos Departamentos de Perícias Laboratoriais e de Perícias do Interior, agregados a uma única Instituição, o IGP, nos cabe agradecer aos pioneiros, àqueles que acreditaram na existência de uma Perícia Oficial Gaúcha com autonomia, credibilidade e destacada capacitação científica.
E a todos os funcionários que contribuem para a grandeza que o IGP, hoje, ostenta.
Feliz aniversário para todos nós!

Perito Criminalístico CLEBER RICARDO TEIXEIRA MÜLLER
Diretor Geral do IGP/RS    
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 9 - 16 de 1595

© 2015

Direção Geral: Rua Voluntários da Pátria, 1358 - 3º andar - CEP 90230-010 - Porto Alegre/RS
Dep. Criminalística Tel.: (51)3223-6677 - Dep. Identificação Tel.: (51)3223-6122/2798
Dep Médico-Legal Tel.: (51)3288-2656/2650 - Laboratório de Perícias Tel.: (51)3288-2664