13 anos!
Home
InstitucionalServiços OnlineLegislaçãoFotosMapasImprensaFale Conosco
DML
DI
DC
Laboratório
DPI
AgendamentoCI
Documentos
5º Seminário
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Site do Sistema de Informação ao Cidadão
Consulta SPI
.
 Portal do Servidor - RHE
.
Expresso
.
Consultas Integradas
.

190

Disque Denúncia

SSP dá inicio ao programa de reinserção social dos detentos no Presídio Central
Nesta sexta-feira (28), a Secretaria da Segurança Pública (SSP) lançou no Presídio Central (PCPA), o projeto “Preparando Para a Liberdade”, idealizado pela Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe). Trata-se de uma política de tratamento penal que visa propiciar aos apenados melhores condições de reinserção à sociedade.
Image
O secretário da segurança, WANTUIR JACINI afirmou que a ação envolve órgãos do Executivo e também, a Defensoria Pública, Judiciário e Ministério Público. “É preciso que se eduque por meio de instrumentos que permitam aos apenados desenvolver suas atividades e de suas famílias. Este é o objeto de construção da liberdade e objetivo da Lei da Execução Penal, que tem a reprimenda para atos anti-sociais e criminais, mas que também oferece garantias para que o apenado volte à sociedade melhor”, salientou Jacini.

Na ocasião, diversas ações foram desenvolvidas pelas secretarias da Segurança, Educação, da Justiça e dos Diretos Humanos e do Trabalho e Desenvolvimento Social.  "Este projeto prepara não só o apenado para sair em liberdade, como propõe uma reflexão para a sociedade sobre seu retorno", disse a idealizadora do projeto, a assistente social do Departamento de Tratamento Penal da Susepe, Mara Minotto.

Carteiras Sociais

Mais de 25 apenados LGBT, da galeria H, ala 3, receberam carteiras de identidade e carteiras de nome social.  A ideia é permitir o reconhecimento das pessoas pelo nome com o qual se identificam válida para tratamento nominal nos órgãos e entidades do poder executivo do RS. As carteiras foramImage viabilizadas pelo Instituto Geral de Perícias, através do Departamento de Identificação, dirigido pelo papiloscopista GUILHERME FERREIRA LOPES,  que coordenou a coleta das impressões digitais. Na abertura do evento, o secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Social, Miki Breier, entregou a carteira de nome social para “Mikaela Ximedes Siqueira”.

Carteiras de Trabalho

A Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, por meio da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTS) vai encaminhar documentação para confecção de carteira de trabalho dos apenados a fim de facilitar o ingresso deles no mercado de trabalho. Além disso, palestras sobre a produção de artesanato serão promovidas para auxiliar nos trabalhos e criações.

Aulas do NEEJA
A Secretaria de Educação, por meio do Núcleo de Educação de Jovens Adulto (NEEJA), ampliou o número de vagas de 180 para 240 alunos. O NEEJA trabalha a alfabetização até o Ensino Médio do apenado, informou o diretor da Escola no PCPA, professor Lourenço Rafael Seger. Uma biblioteca com sete mil exemplares e uma sala para cursos profissionalizantes com capacidade para 30 pessoas.

Informática e mais alunos
A administração do PCPA em parceria com o poder judiciário destinou recursos financeiros para a revitalização do espaço onde ficam as salas de aula. As autoridades também inauguraram a sala de informática que conta com 18 computadores, destinados aos apenados que participam do projeto “Direito no Cárcere”, que promove atividades de ao uso de drogas. O programa é coordenado pela jornalista e advogada Carmela Grune, que comemora os quatro anos de existência do projeto.

Estiveram presentes no ato o diretor-geral do IGP, perito criminalístico CLEBER RICARDO TEIXEIRA MÜLLER, o juiz da Vara de Execuções Criminais (VEC), Sidinei Brzuska, que representou o presidente do TJ; o juiz da Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas de Porto Alegre (VEPMA), Luciano Losekann; o secretário estadual da Educação, Vieira da Cunha; a secretaria-adjunta da Justiça e Direitos Humanos, Maria Elisabeth Rosa Pereira; o diretor do PCPA; tenente-coronel Marcelo Gayer; a defensora pública, Ana Paula Pozzan; que representou o defensor público-geral; oficiais e praças da BM, delegados da Polícia Civil, representantes da Susepe, apenados, presidentes e representantes de associações e entidades de classes.

 Texto: Neiva Motta – SUSEPE em 28/08/2015
Edição: Cristiane Viegas / SSP
Fotos – Norberto Peres – DG-ASCOM-IGP/RS       
 
O ENCERRAMENTO DO SEMINÁRIO IGP/RS – 18 ANOS
Após a última palestra do 5º SEMINÁRIO DE ESTUDOS, PESQUISAS E INOVAÇÕES DO IGP/RS, com a presença do secretário-adjunto da Segurança Pública, ALCIOMAR GOERSCH, os participantes do evento se reuniram no saguão do Teatro Dante Barone, sede da Assembleia Legislativa do RS para o coquetel de confraternização. Momento para celebrar o alto nível dos palestrantes, a bela organização do evento, coordenada pela Supervisão Técnica do IGP/RS, sob a orientação do perito criminal EDUARDO LIMA SILVA, do coordenador da Divisão de Ensino, ADRIANO BARCELOS PINHEIRO, que formaram a equipe que cuidou da recepção e credenciamento dos participantes e também os responsáveis pelo apoio técnico no palco do Teatro, tarefa liderada por PEDRO AUGUSTO DOS SANTOS COSTA, que integra a Divisão de Tecnologia da Informação do IGP.
Image
O diretor-geral do IGP/RS, perito-criminalístico CLEBER RICARDO TEIXEIRA MÜLLER agradeceu o empenho de todos os servidores e ressaltou que a Perícia Gaúcha é beneficiada com a realização de eventos que favorecem o intercâmbio entre os profissionais das diversas áreas do Instituto-Geral de Perícias.

Texto e produção – Norberto Peres – DG-ASCOM-IGP/RS em 27/08/2015
Fotos – IGP/RS e acervos pessoais     
 
O SEGUNDO DIA DO SEMINÁRIO IGP 18 ANOS

VEJA OS TEMAS E OS PALESTRANTES NO ÚLTIMO DIA DO EVENTO

Nesta quarta-feira (26), no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do RS, o Instituto-Geral de Perícias completou os dois dias de pesquisas, estudos e inovações, no evento que marcou os 18 anos da Perícia Oficial Gaúcha. Foram 14 palestras com a participação de 17 profissionais. Confira o último dia do 5º Seminário do IGP/RS 18 anos

Image

Este evento foi uma promoção do Instituto-Geral de Perícias (IGP) e da Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP/RS), com o apoio da Assembleia Legislativa, Ministério Público do RS e Governo do Estado.

Texto, produção e edição – Norberto Peres – DG-ASCOM-IGP/RS em 27/08/2015

Fotos – IGP/RS e acervos pessoais      

 
SEMINÁRIO DE ESTUDOS IGP/RS 18 ANOS
VEJA COMO FORAM OS TRABALHOS NO PRIMEIRO DIA DE ATIVIDADES
 Image
As imagens acima são da palestra de abertura do 5º SEMINÁRIO DE PESQUISAS, ESTUDOS E INOVAÇÕES DO IGP/RS, promoção e realização do INSTITUTO-GERAL DE PERÍCIAS, Secretaria da Segurança Pública do RS, Governo do Estado, apoio do Ministério Público e Assembleia Legislativa. Na manhã dessa terça-feira (25), no palco do Teatro Dante Barone, o diretor-geral do IGP, perito criminalístico CLEBER RICARDO TEIXEIRA MÜLLER abriu os trabalhos com uma apresentação institucional da Perícia Oficial Gaúcha. Utilizando software com múltiplos recursos e efeitos ele destacou, de forma objetiva, mas completa, todos os setores e serviços prestados pelos departamentos do IGP à sociedade gaúcha. Além do prestígio das autoridades que permaneceram após o encerramento da solenidade de abertura, inclusive o secretário Wantuir Jacini da SSP/RS, a palestra do diretor-geral foi acompanhada por dois homens que fazem parte da história da Instituição e que, recentemente, estiveram na série ‘PERITOS EM DESTAQUE IGP 18 ANOS’, NÉLSON VASCONCELOS e o diretor-geral do IGP por 8 anos seguidos, o perito criminalístico ÁUREO LUIZ FIGUEIREDO MARTINS.
E o próprio gestor administrativo e operacional do gabinete da Direção Geral do IGP, desde os tempos do perito Áureo e que acompanha Cleber Müller nesta nova administração, JOÃO CARDONA, acompanhou atentamente a abordagem institucional.
 
ImageLogo depois, um dos pilares do IGP, a partir de 2015: tecnologia, agilização dos registros periciais e a sintonia com os recursos modernos da Informática. O chefe da Divisão de Tecnologia da Informação, ANDRÉ LUIZ DA SILVA ASSIS

A TRAGÉDIA QUE REPERCUTIU NO MUNDO INTEIRO


ImageCinco profissionais que acompanharam de perto os trabalhos de identificação das 242 vítimas fatais do sinistro, a coleta e análise de secreções e sangue dos jovens e que acabaram por determinar as razões determinaram uma das maiores tragédias da história do RS. Do interior da Boate Kiss, na exaustiva coleta de vestígios, passando pelo Ginásio Municipal onde foram identificados os corpos, até os laboratórios do IGP em Porto Alegre, dezenas de profissionais contribuíram para a excelência do trabalho da perícia gaúcha na CASO DA BOATE KISS.

O EXAME DE DNA E A POLÍTICA SOBRE PESSOAS DESAPARECIDAS NO RS


ImageNeste segundo painel do dia, a integração entre a Polícia Civil e o Instituto-Geral de Perícias. Trabalhando em conjunto, duas jovens, mas experientes servidoras do Laboratório de DNA e a decisiva contribuição para a resolução dos Inquéritos, no depoimento de uma delegada da Polícia Civil. Como atuam, policiais e peritos nos casos de indivíduos desaparecidos e de corpos encontrados.

ImageLogo depois, outra perita criminal do IGP faz uma abordagem elucidativa em relação aos crimes de agressão sexual. Como a tecnologia pode apontar cientificamente o autor de uma violência sexual. O sistema de identificação criminal e o intercâmbio de informações. O título da palestra: IDENTIFICAÇÃO DE AGRESSORES SEXUAIS NO RS. CARACTERIZAÇÃO DA MELHOR SISTEMÁTICA PARA OBTENÇÃO DE PERFIL GENÉTICO AUTOSSÔMICO COM FINALIDADE DE CONFRONTO EM BANCO DE DNA CRIMINAL (CODIS-RS).

A complementação, dentro do mesmo tema, veio com mais três abordagens:

COLETA DE VESTÍGIOS DE VIOLÊNCIA SEXUAL PELA EQUIPE ASSISTENCIAL.
INVESTIGAÇÃO E PRODUÇÃO DE PROVA EM CASOS DE ABUSO SEXUAL CONTRA CRIANÇAS: CONTRIBUIÇÕES DA PERÍCIA PSÍQUICA.
CENTRO DE REFERÊNCIA NO ATENDIMENTO INFANTO-JUVENIL (CRAI) – UMA ABORDAGEM QUALITATIVA NA VIOLÊNCIA SEXUAL EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES.

Image
Image
Image
As duas palestras que fecharam o primeiro dia do 5º SEMINÁRIO DE PESQUISAS, ESTUDOS E INOVAÇÕES DO IGP/RS detalharam a amplitude e qualificação técnica dos serviços prestados pelo Departamento Médico Legal (DML-IGP/RS). Além da experiência, qualificação e profundo conhecimento científico, palestrantes e painelistas focalizaram  a ANTROPOLOGIA FORENSE NO DML/RS  e NOVAS TECNOLOGIAS EM USO NO DML.
Image

Texto, fotos e produção – Norberto Peres – DG-ASCOM-IGP/RS em 26/08/2015      
 
5º SEMINÁRIO DE PESQUISAS, ESTUDOS E INOVAÇÕES DO IGP/RS
EVENTO ALUSIVO AOS 18 ANOS DO IGP É ABERTO NO AUDITÓRIO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA
Image
O 5º Seminário de Pesquisas, Estudos e Inovações do IGP/RS foi aberto na manhã desta terça-feira, no auditório Dante Barone, da Assembleia Legislativa do RS. Mais de 300 pessoas circularam pelo evento. Foram mais de 250 pessoas inscritas, além de servidores do IGP, autoridades, convidados e a Imprensa. Para marcar os 18 anos do IGP, completados no último dia 17 de julho, o Procurador-Geral de Justiça, MARCELO LEMOS DORNELLES, entregou para o Secretário Estadual da Segurança Pública, WANTUIR FRANCISCO BRASIL JACINI, um software portátil denominado CELEBRITE, que capta informações de telefones celulares como agenda, ligações e mensagens trocadas por aplicativos. O software, no valor de R$ 125 mil é fundamental no Serviço de Perícias em Áudio e Imagens(SEPAI) Informática Forense, um dos setores do Departamento de Criminalística (DC-IGP/RS).

O secretário Wantuir Jacini destacou o trabalho das perícias, também na análise de DNA mitocondrial (em casos de vítimas de acidentes aéreos) e deImage carboxihemoglobina (em vítimas de intoxicação por monóxido de carbono), por exemplo. Fez referência ao avanço do sistema a partir do laudo eletrônico que agiliza a recepção das demandas e o envio das perícias. “A integração é muito importante porque todo o trabalho vai convergir para a responsabilização dos culpados pelos crimes investigados” – disse ele.

ImageO diretor-geral do IGP, perito criminalístico CLEBER RICARDO TEIXEIRA MÜLLER agradeceu, acrescentando que “a política de integração é a melhor forma de resolver os problemas; em momentos de crise, pois as soluções são encontradas com gestão e compartilhamento de idéias”. Lembrou ainda a receptividade que encontra no Ministério Público às demandas do IGP e os contatos freqüentes com o coordenador do Centro de Apoio Operacional-Criminal do MP, Luciano Vaccaro, que esteve na Mesa de Autoridades.
 
O Procurador-Geral de Justiça, Marcelo Lemos Dornelles reconhece a evolução da Perícia Oficial do RS. “Hoje, cada vez mais vemos o quanto o trabalhoImage do IGP avançou e como a prova pericial é decisiva, inclusive em casos emblemáticos por todo o País” – acrescentou ele.
Em nome da “Casa do Povo”, o deputado RONALDO SANTINI, presidente em exercício da Assembleia Legislativa do RS, saudou o aniversário do IGP e a satisfação pelos dois dias de estudos, pesquisas, inovações e atualização técnica se darem nas instalações do Teatro Dante Barone, no Palácio Farroupilha.

ImageCompuseram, também, a Mesa de Autoridades, o tenente-coronel JEFERSON DE BARROS JACQUES, representando o Comando Geral da Brigada Militar, o delegado ÊNIO GOMES DE OLIVEIRA, subchefe da Polícia Civil, o superintendente dos serviços penitenciários do RS, em exercício, ALEXANDRE MICOL e o diretor-geral substituto do IGP, perito criminal EDUARDO LIMA SILVA.

Texto – Norberto Peres – ASCOM-DG-IGP/RS em 25/08/2015
Fotos – Norberto Peres e PG Alves – MP/RS          
 
QUEM MATOU O ARTESÃO DO BRIQUE?
Image
O assassinato do professor de Educação Física aposentado e um dos mais antigos expositores do Brique da Redenção (Porto Alegre), IUBERI NUNES, ocorrido na noite  de domingo, 16 de agosto, no bairro Petrópolis, em Porto Alegre, continua mobilizando a equipe da 8ª Delegacia de Polícia, comandada pela delegada Vandi Lemos Tatsch. O autor dos disparos, segundo a investigação, está entre dois suspeitos que, juntos, abordaram a vítima pedindo dinheiro e, diante da reação dele, o mataram. O fotógrafo criminal, MAURANDREI MACHADO, do Departamento de Criminalística do IGP, depoisImage de entrevistar duas testemunhas que viram os dois homens, compôs os retratos-falados de ambos. As imagens foram divulgadas à Imprensa nesta segunda-feira (24).

ImageO resultado é este:

Se você viu ou conhece alguém parecido com esses dois homens, ligue imediatamente para o telefone 190, da Brigada Militar ou 181 – Disque-Denúncia, sua identidade será preservada.

Texto – Norberto Peres – DG-IGP/RS
Ilustração – Divisão de Fotografia Forense – DC-IGP    
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 1 - 8 de 1614

© 2015

Direção Geral: Rua Voluntários da Pátria, 1358 - 3º andar - CEP 90230-010 - Porto Alegre/RS
Dep. Criminalística Tel.: (51)3223-6677 - Dep. Identificação Tel.: (51)3223-6122/2798
Dep Médico-Legal Tel.: (51)3288-2656/2650 - Laboratório de Perícias Tel.: (51)3288-2664