13 anos!
Home
InstitucionalServiços OnlineLegislaçãoFotosMapasImprensaFale Conosco
DML
DI
DC
Laboratório
DPI
AgendamentoCI
Documentos
Emissão da GAD para Pagamento da Taxa da Carteira de Identidade
Site do Sistema de Informação ao Cidadão
Consulta SPI
.
 Portal do Servidor - RHE
.
Expresso
.
Consultas Integradas
.

190

Disque Denúncia

CENTRO REGIONAL DE EXCELÊNCIA EM PERÍCIAS CRIMINAIS
ImageOs Diários Oficiais da União e do Estado do RS publicaram, nesta quinta-feira (23), o aviso de  licitação, com data prevista para abertura das propostas da concorrência em 27/05/2015 às 10 horas. Trata-se da contratação de empresa de Engenharia para execução de obras do CENTRO REGIONAL DE EXCELÊNCIA EM PERÍCIAS CRIMINAIS DO SUL, sob gestão do Instituto Geral de Perícias (IGP/RS).

Um prédio com área total de 11.734 m², distribuídos em 7 andares, que colocará a perícia criminal do Rio Grande do Sul em destaque no cenário internacional.
 
O projeto completo envolve a obra e aquisição de equipamentos e tecnologias voltados para a resolução de crimes de elevada complexidade. NasImage dependências deste centro serão efetuados os exames periciais locais, mas também servirá como núcleo de treinamento e intercâmbio de conhecimentos de peritos de todo território nacional.
 
Texto – IGP/RS em 23/04/2015
Ilustrações - SOP                      
 
UM NOVO MODELO DE GESTÃO

ImageQuando o governo estadual ficou diante da imperiosa necessidade de rever a projeção de gastos para 2015, buscando reduzir em 20% o déficit de R$ 5,4 bilhões ao longo do ano, o fez com transparência e respeito à sociedade. Acima de tudo, agiu com a preocupação maior de preservar os serviços essenciais.

Ao contrário dos 30% noticiados, o contingenciamento real da Segurança Pública do RS é de 7% com relação ao que foi gasto em 2014. Nesse contexto, adotamos uma série de medidas. Ampliamos o uso da tecnologia, otimizando o emprego dos efetivos. Limitamos a cedência de servidores. Revimos as despesas de custeio, cortando gastos excessivos. Readequamos as horas extras exclusivamente para as atividades fim. Reduzimos ao máximo os CCs, tendo as chefias como exemplo hoje, todos os diretores da SSP são servidores do quadro, o que representa economia de cerca de 50% por cargo.

Em 2014, ano de Copa do Mundo e que contou com reforço significativo no policiamento em Porto Alegre, houve recrudescimento da criminalidade. Os principais indicadores cresceram em comparação a 2013: homicídios dolosos aumentaram 22,2%, latrocínios 9,3%, roubos 17,2% e extorsão mediante sequestro 105,6%. Prova de que investimentos maiores não necessariamente representam melhores serviços. É preciso gestão eficiente e controle sobre as despesas.

Comparando os dados do primeiro trimestre de 2014 com o mesmo período de 2015, é possível observar redução nos crimes contra a vida e o patrimônio. O latrocínio obteve queda de 46,3%, a extorsão mediante sequestro 62,5%, o estelionato, 23,2%, os homicídios dolosos, 5,2% e os furtos 9,1%.

Conseguimos essa redução agindo com foco nas 19 cidades que concentram 85% dos crimes no RS, a partir da prevenção e da repressão à violência criminal. Sempre com base na inteligência artificial aquela produzida pelas instituições e que está nos bancos de dados, orientadora das atividades policiais, norteando a alocação dos recursos pessoais e materiais, conforme a evolução da criminalidade; bairro a bairro, cidade a cidade, aferindo periodicamente o desempenho e as estatísticas da criminalidade.

WANTUIR JACINI Secretário da Segurança Pública

Em 23 de abril de 2015

 
IGP e DETRAN afinam estratégia de atendimento às perícias veiculares
O Instituto Geral de Perícias (IGP) e o Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) realizaram, na tarde desta quarta-feira (22), no gabinete da DireçãoImage Geral (DG), reunião de trabalho para ajustes na estratégia de atendimento às perícias veiculares. Coordenado pelo perito criminalístico CLEBER MÜLLER, o encontro contou com a presença do servidor ANTONIO CARLOS BARBARÁ DA SILVA, da Divisão Administrativa do DETRAN-RS, que coordena as atividades dos depósitos onde se encontram os veículos apreendidos e que aguardam o trabalho da perícia. O objetivo é facilitar e agilizar o trabalho do IGP, a fim de reduzir o passivo do EPNIVA (Exame Pericial em Numeração Identificadora de Veículos Automotores), que integra o Departamento de Criminalística (DC-IGP/RS), diminuindo a demanda represada nos chamados depósitos judiciais.

Representando o EPNIVA estiveram presentes os peritos CARLOS ALBERTO BORSÓI e TANIA MARGARETE LOPES MENESES, coordenadora da Divisão de Perícias Veiculares. Participaram, também, o diretor do Departamento de Perícias do Interior (DPI), perito criminal MARCO ANTONIO AURÉLIO CURCIO e o assessor para assuntos de Inteligência, perito criminal ANDERSON MORALES.

Texto e fotos – Norberto Peres – IGP/RS em 22/04/2015       
 
UMA GUERREIRA DA CRIMINALÍSTICA VISITA A DIREÇÃO GERAL DO IGP
ImageA presença de MARION LAMEIRA GONÇALVES sempre foi apreciada com alegria pelos colegas e amigos que fez nestes 18 anos de serviços prestados ao Instituto Geral de Perícias (IGP). A presença dela no gabinete da Direção Geral se justifica por várias coincidências em relação à trajetória do próprio perito CLEBER MÜLLER. Ambos freqüentaram o mesmo curso de Engenharia Química na Universidade Federal do RS (UFRGS), a mesma turma no curso de formação pericial, ou seja, tem os mesmos 18 anos de IGP. Outra: o atendimento aos locais de crime como preferência na atividade pericial. E mais: passagens por outras áreas da perícia, tais como, Engenharia e acidentes de trânsito. No caso de Marion houve, também, uma passagem pelas ocorrências de incêndio. Se isso não bastasse, a proximidade na data de nascimento: Marion é de 1º de fevereiro, aquariana que nem Cleber Müller, do dia  30 de janeiro.
 
Uma profissional comprometida com a atividade profissional que abraçou. Dedicação, seriedade, senso apurado de grupo, visão clara da importância daImage perícia criminal e, em conseqüência, a valorização do perito enquanto categoria profissional, fatores que a conduziram uma vez à presidência da Associação de Criminalística do RS – a ACRIGS SINDICATO.

Marion é uma das MULHERES DO IGP. Mas a maneira como encara o trabalho e os desafios da carreira a tornaram, ao longo do tempo, uma referência, um ícone dentro do IGP.

Texto e fotos – Norberto Peres – IGP em 17/04/2015       
 
IGP e Câmara de Vereadores de Uruguaiana articulam ampliação de serviços na região
ImageA vereadora JUSSARA OSÓRIO DE ALMEIDA, presidente da Câmara Municipal de Uruguaiana foi recebida na tarde desta quinta-feira (16) no gabinete da Direção-Geral do IGP, pelo corregedor-geral perito criminal ANDRÉ LUIZ MARTINELLI SANTOS E SILVA e o diretor do Departamento de Perícias do Interior (DPI), perito criminal MARCO ANTONIO AURÉLIO CURCIO. Na pauta da reunião o apoio do Legislativo Municipal de Uruguaiana para que seja instalado um Posto de Criminalística na cidade.

De acordo com o corregedor-geral do IGP é inegável a necessidade de disponibilizar três ou quatro peritos para atender às ocorrências de trânsito com morte e locais de crime em Uruguaiana e cidades vizinhas. Martinelli pondera que “a 7ª Coordenadoria Regional de Perícias, sediada em Santana do Livramento, fica distante cerca de 217 Km, ou seja, quase três horas de viagem. Sobretudo nos fins de semana o Posto de Criminalística de Uruguaiana poderá atender à demanda naquela região e desafogar a área de atuação da Coordenadoria de Livramento".

A vereadora Jussara Osório garante que o Poder Legislativo e a comunidade de Uruguaiana já estão trabalhando na reserva de um espaço físico para a instalação do Posto de Criminalística, dentro das especificações elencadas pelos gestores do IGP para contrapartida do município no processo.

Texto e fotos – Norberto Peres – IGP/RS em 16/04/2015         
 
Diretor do DI assume função de destaque no CODESUL
Nesta quinta-feira (16), o Instituto Geral de Perícias (IGP/RS) através do diretor do Departamento de Identificação, papiloscopista GUILHERME FERREIRAImage LOPES, assumiu a coordenação do comitê gestor da Rede BIOSUL. Trata-se da união dos estados do rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul em um Termo de Cooperação que integra os sistemas e bases de Identificação Civil e Criminal.
O documento oficializa a visão unificada entre os referidos estados nesta área.
A confirmação do diretor Guilherme Lopes no cargo se deu durante a reunião do Conselho de Integração e Desenvolvimento da região Sul, o CODESUL, realizada em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. No mesmo encontro se deu a cerimônia de transferência pró-tempore do CODESUL.

ImageTexto e fotos – Norberto Peres – IGP/RS em 16/04/2015       
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 1 - 8 de 1527

© 2015

Direção Geral: Rua Voluntários da Pátria, 1358 - 3º andar - CEP 90230-010 - Porto Alegre/RS
Dep. Criminalística Tel.: (51)3223-6677 - Dep. Identificação Tel.: (51)3223-6122/2798
Dep Médico-Legal Tel.: (51)3288-2656/2650 - Laboratório de Perícias Tel.: (51)3288-2664